Goribeatzz e Vinícius Terra realizam Workshop de Rap & Beat na Baixada Fluminense

O workshop é parte da programação do Terra do Rap – Festival de Rap da Língua Portuguesa Foto: Alexandre Braz

Por ENTRETERE (@entretere)
entretere@entretere.com.br

6/6/2017, 11:49

Estão abertas as inscrições para o Workshop Rap & Beat – Produção Literária & Musica oferecido pelo Coletivo de Cultura Urbana Repprodutora em Nova Iguaçu. O evento acontece no sábado, dia 10 de junho, das 10 às 17 horas, no SESI de Nova Iguaçu, e contará com instrutores reconhecidos da cena Hip-Hop carioca.

O workshop é parte da programação do Terra do Rap – Festival de Rap da Língua Portuguesa, produzido anualmente pela Repprodutora e tem como objetivo promover um encontro com jovens rappers e beatmakers da Baixada Fluminense interessados em se aprofundar nas técnicas de composição, gravação e produção. A ação faz parte do Programa Territórios Culturais/Favela Criativa da Secretaria de Estado de Cultura do Rio de Janeiro em parceria com a Light e com a ANEEL – Agência Nacional de Energia Elétrica e tem apoio cultural do SESI RJ/ Sistema FIRJAN.

Ao longo do dia os artistas vão produzir os próprios fonogramas e serão orientados pelos instrutores Vinícius Terra, rapper e professor de Português e Literatura, criador do Terra do Rap, com gravações e passagens em turnês pelo Brasil e Europa; e pelo beatmaker e produtor musical Goribeatzz, que já produziu beats para vários artistas do cenário nacional e álbuns elogiados pela crítica especializada. Os participantes que concluírem todas as etapas do workshop terão as gravações inseridas em uma playlist do YouTube e divulgada pelos canais da Repprodutora e do Festival Terra do Rap nas redes sociais.

“Vamos trocar ideias sobre as técnicas de escrita e produção, desde a batida e letra até a gravação e o ‘escoamento’ para o público. Também é uma oportunidade de conhecer os artistas locais, principalmente os mais jovens”, disse o instrutor Vinícius Terra. “A Baixada tem nomes fortes na cena hip-hop como Slow da BF, Marcão Baixada e Pevirguladez e estamos vivendo uma ‘virada’ de gerações, com muitos artistas bons aparecendo”, completou.

Os/As interessados(as) devem enviar um email para terradorap@repprodutora.com e solicitar um formulário que deve ser preenchido e reenviado junto com um fonograma (beat ou rap gravado em mp3) ou somente a letra (a’capella ou por escrito), a ser trabalhada durante o encontro. O SESI de Nova Iguaçu fica na Rua Gerson Chernicharo, 1.319 – Bairro da Luz.

SERVIÇO

WORKSHOP DE RAP & BEAT – PRODUÇÃO LITERÁRIA & MUSICAL EM NOVA IGUAÇU

DATA/HORÁRIO – 10 de junho (Sábado) / 10h às 17h

LOCAL: SESI/SENAI Nova Iguaçu – Rua Gerson Chernicharo, 1.319 – Bairro da Luz, Nova Iguaçu.

GRATUITO

INSCRIÇÕES POR EMAIL – festivalterradorap@gmail.com

CLASSIFICAÇÃO 15 ANOS

VAGAS LIMITADAS

Sobre os instrutores
GORIBEATZZ – Goribeatzz Beatmaker e produtor musical, Goribeatzz é atuante no Rap Nacional desde 2004 quando fundou o extinto site Expresso22, um dos primeiros meios de divulgação do Rap Carioca. Em 2008 se juntou ao grupo Fluxo onde começou a produzir seus primeiros instrumentais. O beatmaker carioca já produziu diversos trabalhos respeitados no cenário como “Ética Molotov” do grupo Antiéticos, disco reconhecido como um dos melhores trabalhos do ano de 2014, “Anão Gigante” do rapper Indigesto considerado um dos clássicos do underground Carioca, entre outros, alem de ter trabalhado com inúmeros artistas como: Nectar Gang, Ramiro Mart, Funkero, Cartel Mcs, Rapadura, Jamés Ventura, Tássia Reis, BK, entre outros. Hoje em dia, Goribeatzz é artista do selo MUB(Música Urbana Brasileira), onde trabalha em seu disco autoral. É instrutor de beatmaker na oficina do SESI CIDADANIA RJ.

VINICIUS TERRA – Rapper; Articulador da Cultura Hip-Hop; Professor de Português & Literatura; Vinícius Terra reuniu essas 3 vertentes e hoje, além dos palcos, participa ativamente de oficinas que mesclam Rap & Literatura. Vinícius é idealizador do TERRA DO RAP, Festival de Rap da Língua Portuguesa, que anualmente transforma o Rio de Janeiro na capital do Rap Lusófono (www.terradorap.com) a partir do intercâmbio entre as nações integrantes da CPLP (Comunidade dos Países de Língua Portuguesa). Sócio da REPPRODUTORA (produtora criativa que realiza concertos musicais, palestras, workshops, oficinas à luz da cultura urbana com o objetivo do fomento à economia criativa e no investimento em capital humano). Foi coordenador em projetos como o “ProJovem” (2006-2008; Governo Federal), “Geração Hip-Hop” (2004-2006; Sesc Rio); lecionou acerca do tema “Literatura e Rap” em oficinas e workshops de instituições como Sesi Cultural Rio e Sesc Rio (Brasil) e nas instituições Restart e Etic (Portugal); lecionou Português, Redação e Literatura em dezenas de cursos e escolas regulares do Rio de Janeiro, de 2003 a 2012. Vinicius Terra consolidou sua carreira de ao lançar Demotapes, EPs e um Songbook pioneiro, o primeiro do gênero no Rap brasileiro, que o projetou para o mercado europeu e sul-americano entre os anos de 2008 e 2013. Em 2014 lançou o primeiro grupo de Rap Lusófono: O “Projecto B.P.M” (Brasil Portugal Misturados); o disco homônimo foi sucesso de crítica tanto no Brasil quanto em Portugal naquele ano.


#ApoieSeuBando!

Assuntos relacionados: . . . . . . . . .

1 Comentários

  1. 7 de junho de 2017
    PérVon

    Bacana demais!!

Deixe seu comentário

AVISO: O sistema de comentários é disponibilizado aos usuários de ENTRETERE exclusivamente para a publicação de opiniões e comentários relacionados ao conteúdo deste site. Todo e qualquer texto publicado na internet através do referido sistema não reflete a opinião deste site ou de seus autores.

Os comentários aqui publicados por terceiros através deste sistema são de exclusiva e integral autoria e responsabilidade dos leitores que dele fizerem uso. Os autores deste site reservam-se, desde já, ao direito de excluir comentários e textos que julgarem ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos, de alguma forma prejudiciais a terceiros, que tenham informações pessoais do autor do comentário, ou que tenham carater puramente promocional.