A galera da ANTCO. transforma piada interna em camiseta

Trocamos ideias com o Antônio Constantino, o cara da ANTCO.

Por Rodrigo Caetano (@rodrigojcaetano)
rodrigo@entretere.com.br

18/5/2017, 9:37

Uma vez eu tava em Duque de Caxias/RJ num rolê da WAVES e vi um cara passando com uma camiseta branca escrita “Power Puff Girls”, só que a letra “O” era um pentagrama e  a letra “I” era um um desenho bem tosco de um pênis (desses que quando se é muleque se desenha por aí). Achei super foda, e imaginei ser algo “do it your self” do cara. Só mais tarde descobri que a camiseta era de uma marca e que essa marca era da mesma galera que produzia a festa.

Passando mais um tempinho, olhando o site da marca, vi que todas os produtos estavam esgotados. Troquei uma ideia com o Antonio Constantino, DJ e criador da marca,  pra sacar melhor do funcionamento da ANTCO. Essa marca que não perde a mão na hora de transformar a zueira em camisa.

Rayanne Ferreira, Diogo Queiroz e Antonio Constantino.

ENTRETERE: Achei loko essa ideia de cada camisa ser uma obra de tiragem limitada. É uma pegada de obra de arte mermo. como veio essa ideia? sempre foi assim?

Antônio: Isso de triagem limitada engloba minha falta de tempo, falta de dinheiro, falta de paciência pra soltar coleção inteira e o lance de exclusividade. Nunca gostei de ter algo que todo mundo tem, com minha marca não seria diferente. Conforme o público aumenta, aumenta a quantidade que fabrico mas a ideia é sempre alguém ficar sem.

ENTRETERE: Massa. Senão vira uniforme, né?

Antônio: Pois é. Nos role que colo sempre tem mais de 1 usando a parada, ainda mais se a camisa for lançamento mas se distanciar um pouco já muda.

ENTRETERE: Outro lance q me chamou a atenção é a fluidez do público. Fui numa festa da antco e tinha nego do hardcore até galera do trap. Vcs sempre tiveram essa ideia? De ser a marca que “une as tribos”?

Antônio: Então, pelo menos eu, diogo e creio que 40% do público da Waves já foi do público de hardcore ou é ainda. Sempre ouvi rap desde mais novo sendo que de uns anos pra cá que ouço com mais frequência. Gosto de evento caótico, na vibe dos role de hc mas também gosto de rap, nossa vontade sempre foi unir os dois.
Lá fora é algo normal, aqui no Brasil ainda não é tanto. É uma ideia que vamos moldar.

ENTRETERE: Bacana! Oq é loco tbm! No rio as coisas costumam ser muito “eclético” (em termos de música).
Mas sempre teve essa coisa de rap pra um lado HC pra outro. Tbm já fui do HC, tive banda e os caralho.

Antônio: O clipe de Uzi Gang do Asap Ferg é um caos, se passa em um evento de HC Beatdown.

ENTRETERE: A Antco surge em paralelo a Waves? Como vc vê esse diálogo das 2 marcas com o público?

Antônio: Acho que não. A ANTCO existe vai fazer 3 anos já mas acho que não era “conhecida” como é hoje em dia. Acho que devido à falta de organização da parada e tal, não que hoje em dia seja 100% organizado.Tanto a ANTCO quanto a Waves apenas buscamos fazer o que gostamos. Às vezes dá muito certo e as vezes nem tão certo.

PC Siqueira usando ANTCO.

ENTRETERE: É um corre danado mesmo tem algo a dizer sobre os próximos lançamentos?

Antônio: Guarde dinheiro. Vai continuar com preço acessível mas ainda limitada. Assim ninguém chora quando acabar. E estamos cada vez mais visando a autenticidade e qualidade do produto.

ENTRETERE: Maneiro! Tem algo que eu não perguntei que tu queira falar?

Antônio: Creio que não, sou péssimo nessas coisas. Ahhhh: nossas inspirações pra as roupas vem desde brincadeiras internas, até música (diversos gêneros), anime, vivência e etc.

ENTRETERE: Da pra sacar por aquela do “power puff girls”

Antônio: Isso mesmo! Aquilo ali era algo que foi feito à mão de gestação e virou camisa.

ENTRETERE: Tem alguma outra historia curiosa de alguma das camisas?

Antônio: A que tem a logo de death metal ta escrito “ANTCO MEU OVO” devido à gíria é brincadeira de falar algo e a outra pessoa afirmar aquilo com MEU OVO.

“Já viu o site de Entretere?” “Entretere meu ovo”.

#ApoieSeuBando


 

Assuntos relacionados: . . . . . . .

1 Comentários

  1. 18 de maio de 2017
    Diogo Queiroz

    Gostei!

Deixe seu comentário

AVISO: O sistema de comentários é disponibilizado aos usuários de ENTRETERE exclusivamente para a publicação de opiniões e comentários relacionados ao conteúdo deste site. Todo e qualquer texto publicado na internet através do referido sistema não reflete a opinião deste site ou de seus autores.

Os comentários aqui publicados por terceiros através deste sistema são de exclusiva e integral autoria e responsabilidade dos leitores que dele fizerem uso. Os autores deste site reservam-se, desde já, ao direito de excluir comentários e textos que julgarem ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos, de alguma forma prejudiciais a terceiros, que tenham informações pessoais do autor do comentário, ou que tenham carater puramente promocional.